" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

04
Jan 15

De volta ao blog numa travessia sem muitos músculos adquiridos - a idade já não favorece! - mas respirando melhor.

 

2015 tem cheiro e dados de 1998, com alguns milhões de brasileiros a mais, cheios de esperança. Saravá!

 

Nessa casca sexagenária, olhos de vinte e poucos anos enxergam o mundo com desfonfiança na nossa capacidade em escolher a trilha civilizatória e não a da barbárie, desde a mais brutal à mais sofisticada. É certo que entre o olhar de vinte e poucos anos e a realidade dos 65, alguns medos foram vencidos, um ou outro anseio superado, meia dúzia de desejos realizados e várias expectativas resolvidas, ainda que umas pela metade. Mas uma  imorrível (gostaram) e estúpida esperança persiste.

 

Ainda assobio canções na rua ou nos corredores, vício juvenil, que hoje provoca estranheza em quem cruza comigo e me faz, às vezes, assumir a censura e engolir o assobio. Mudei alguns conceitos sobre a bondade humana, mas acredito que ela pode ser plantada e cevada pelos controles sociais. Uma enorme revisão da teoria de Rousseau, que cultuvei por décadas, reconheço.

 

 

 

publicado por Adelina Braglia às 11:50

Salve, Cris.

Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca que faz uma falta enorme, o AK que foi conversar com ele em outras paragens. E o blog vai devagar, quase parando, mas tentando resistir. Assim como eu. Abração.

Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO