" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

12
Jul 19

Sempre quis escrever a história recente do Brasil, através da música popular.

Fiz agora um breve esboço, que vou, magnanimamente, dividir com você. Mas, falta muito. A memória de quem já chegou aos 70 anos é larga e a música popular brasileira, mais ainda.

Começamos em Getúlio Vargas, o "pai dos pobres", passamos por Juscelino, o pai da classe média feliz, que podia curtir sem traumas a bossa nova, num país que prometia o futuro rico e pujante. 

Nos aproximamos dos anos de chumbo, de aço e  sangue. Passamos por um período de reações onde, sem dúvida, Chico Buarque faz a memória completa, com coadjuvantes.

E, chegamos até 1990. Vivos, o que já é lucro. A segunda fase virá em breve...rssss.

Divirta-se.

 

 

 

 

publicado por Adelina Braglia às 13:54

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO