" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

20
Ago 05

Não vou voltar sobre os meus pés

e essa decisão me traz tranqüilidade.

Mas vou sempre saber que há tanta vida construída junto

e com tal força,

que só um caminho é justo:

há que cuidar do afeto, que este sim, é fundamental,

há que preservar nosso carinho e esse amor fraterno,

que nos levou por morros e matas e rios por tanto tempo.

Há que ouvir algumas músicas, fundamentais, pra fortalecer nossa memória,

aquelas dos tempos da esperança de um país melhor,

rodando no alto-falante do nosso carro preto,

que lavantava a poeira da estrada

e anunciava, pela voz de Milton,

que os bailes da vida estavam por ser feitos.

Somos capazes de compreender e perdoar,

nessa nossa vasta e generosa amizade,

e sermos, irremediavelmente,

pra sempre,

o que sempre fomos.

publicado por Adelina Braglia às 22:17

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

14
18

21
26
27

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO