" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

31
Jan 06

Juquehy024jan.jpg


Meio mar, meio rio.

publicado por Adelina Braglia às 20:06

" Não gosto da tréplica; destrói a réplica e cansa o poeta. Mas que prazer é, ler e ouvir, a inserção correta, com beijo ou com abraço, que não me deixa um traço."
Paulo Soares a 2 de Fevereiro de 2006 às 19:18

Tudo a declarar: nesse meio rio, meio mar, está uma lição que eu gostaria de incorporar (rimou!): juntar pedaços, movimentos, luz e sombra, sentimentos, deixá-los fluir lado a lado, viver sem essa mesquinha necessidade de separar e dividir pedaços, movimentos, sentimentos. Até porque, da mesma maneira que na foto, embora isso não seja visível, mais à frente tudo se mistura e já não se sabe quem é rio e quem é mar.Beijo.
Bia a 1 de Fevereiro de 2006 às 22:03

" É o rio que emenda o mar? Ou o mar que emenda o rio? São emendas fluidas, voláteis, irregulares, incertas. Tal como a vida, que pra ser vivida com fervor, dispensa a retidão e espalha a confusão, mesmo que cause pavor.
A foto é do rio? Ou do mar? Em caso de dúvida, manifeste: nada a declarar."
Paulo Soares a 1 de Fevereiro de 2006 às 21:18

Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11

17
19
21

24

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO