" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

22
Mai 06

Se eu desdobrasse esta dor em dez e a repartisse pelo corpo inteiro, não haveria braços, pernas, olhos, boca, capazes de suportá-la. O corpo não suporta dores. Na verdade, ele as sublima. Transforma-as em dor na coluna, na cabeça, no estômago.

A dor de causar dor ao filho, esta não. Esta não se dissolve nem se dissipa pelo corpo. Não alivia, não distribui seu peso de forma que se possa carregá-la. Ela gruda na alma e a espreme.

Encontro formas mil para me explicar comigo, pra dizer que este é o remédio necessário pra curar a dor do filho. Mas, que medo, que medo!

Ai, que esta dor agarrada à alma, não passa, não passa, não passa.

publicado por Adelina Braglia às 22:02

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

18
20

21
26
27

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO