" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

31
Dez 09

 

Desejo muitos bons desejos a quem bem me deseja. Aos outros, uma vida nada breve, para que se livrem de tantas mesquinharias, antes que a vida lhes pese.
 
Desejo para a Bia um ano feliz e cheio de brincadeiras. Com abraços e beijos dos que a amam transbordando tanto que ela possa distribuí-los a quem nãos os têm.
 
Aos meus filhos - inclusive a "postiça"...rsrsrs...e a ex-nora...rsrsrs...- que percorram seus caminhos em paz. Especialmente consigo mesmos.
 
Aos meus irmãos - um único, mas essencial  homem,  para deixar  esse plural de quatro maravilhosas mulheres politicamente incorreto ...rsrsrs...-  que a nossa proximidade, em breve,  seja longa e intensa para gastarmos tanto amor que ficou retido por muitos anos de separação.
 
À companheira, que esteja feliz, enquanto quiser me acompanhar.
 
Para os meus amigos, desejo que não mudem. Foi assim que aprendi  a admirá-los, a amá-los e a sentir sempre saudades. Longe ou perto.
 
 
Ao Brasil, que um dia seja um país, uma nação. O que é muito diferente de um ajuntamento de interesses e um abandono de necessidades e direitos.
 
 
Para mim? Que tudo isto se realize!
 
Axé, 2010!
 

 

publicado por Adelina Braglia às 10:05

Belíssima mensagem, Adelina (ainda me sinto inclinado a chamar de Bia). Um abraço muito carinhoso neste ano. Que nossos sonhos se realizem, não? Não faz mal nenhum...
Muitos abraços.
Yúdice Andrade a 31 de Dezembro de 2009 às 14:01

Cqríssimo Yúdice:

que a Júlia e a Bia vivam a ealização dos nossos velhos sonhos de fraternidade, amor, justiça e solidariedade.

Um abraço fraterno e esperançoso.

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
15
16
18
19

20
22
23
24
25
26

27
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO