" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

29
Nov 08

 

 

Egberto Girmonti (com Geraldo Carneiro), Apesar de tudo  "...cante um samba atormentado pra se amparar..."

 

Eduardo Gudin,   Paulista  "...manhãs frias de abril...se a avenida exilar seus casarões quem reconstruirá nossas ilusões... se os seus sonhos emigraram sem deixar nem pedra sobre pedra pra poder lembrar, dou razão, é difícil hospedar no coração sentimentos assim..."

 

Arrigo Barnabé,  Suspeito, "..você tem medo de fazer amor comigo, você tem medo de acordar com um bandido, e ver no espelho escrito com batom: - Tchau trouxa, foi bom!..."
 

Arnaldo Antunes, (com Gilberto Gil) As coisas, "... têm peso, massa, volume, tamanho, tempo, forma, cor, posição, textura, duração, densidade, cheiro, valor, consistência, profundidade, contorno, temperatura, função, aparência, preço, destino, idade, sentido. As coisas não têm paz"

 

Paula Toller (ela sim!!!), cantada por Adriana Calcanhoto em Oito anos, "...por que os dedos murcham quando estou no banho, por que as ruas enchem quando está chovendo?..."

 

Ginga, Canção desnecesária, "...Abrace o precipício e valse a valsa imersa num silêncio insano.."

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Adelina Braglia às 08:11

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
18
19
21
22

23
24
26
27

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO