" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

19
Out 08

 

O professor Sérgio Sapucahy foi meu vizinho. Ele e Oledir foram os melhores vizinhos e amigos que eu poderia ter, na chegada a Belém.
 
Um homem afável. Gentil. Inteligente. Tímido. O contraponto da figura desabrida que se tem dos cariocas. Mas gostava muito de um bom samba.
 
Lima Barreto era seu autor predileto.
 
Refratário a cargos e a conchavos. Leal. Sempre. À família, aos amigos, aos colegas e aos alunos.
 
O Professor Sérgio Sapucahy morreu. Deve estar agora conversando com Lima. Ouvindo um bom samba. E abençoando sua família, seus amigos, seus colegas e seus alunos.
 
Lembrei dessa música enquanto sentia muita saudade das conversas que não vamos mais ter. Uma música que nos manda tocar em frente. Ainda que o caminho fique cada vez mais árduo sem os amigos. Mas porque o verso diz
 
 
"... Todo mundo ama um dia, todo mundo chora,
Um dia a gente chega, e no outro vai embora.
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz,
E ser feliz..."  (Almir Satter)

 E ele foi capaz. Suavemente.
 

 Maria Bethania - Tocando em frente
 

publicado por Adelina Braglia às 19:24

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
15
16
17
18

20
21
22
24
25

26
28
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO