" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

25
Abr 08

 

Há alguns anos, quando a fúria do Governo Collor nos embalou para a modernidade, um velho amigo dizia que a grande dificuldade naquele momento para a nossa geração é que não tínhamos mais um grande canalha para combater: estávamos cercados por pequenos canalhas.
 
Hoje pela  manhã, minha irmã e eu conversávamos sobre a desconfortável conclusão que não tínhamos mais prazer em trabalhar, porque nós éramos do tempo em que trabalho era sobrevivência, mas  era  missão, tesão, sonho, engajamento. E eu reconheci que essa era uma visão enganosa do trabalho, mas que não tinha mais vida útil nem intenção para modificar esse conceito.
 
À tarde li as notícias do dia, uma passada rápida pelas páginas on-line dos jornalões. Os pequenos canalhas não têm nenhum pejo em relação ao trabalho!
 
 
Uma canção para  esse tempo.
 
 
 
publicado por Adelina Braglia às 21:46

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

15
16
17
19

20
21
22
23
24
26

28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO