" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

24
Nov 07

Neste sábado, a menina de Abaetetuba continua a ser a dona da minha cabeça e da minha alma. Meninas e meninos do Brasil varonil.


As cenas são de Quatipuru, mas representam as ruas e os quintais de muitas meninas e meninos de Abaetetuba, da Paraíba, de Minas Gerais, do Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não há Pará neste drama. Há um Brasil que perdeu o rumo, o bonde, o passo e o compasso.

 

Onde a senilidade social se sobrepõe à solidariedade.

 

Há os Falcões do Tráfico, há os matadores de aluguel, há as meninas de Abaetetuba.

 

E uma enorme e profunda indiferença a tudo o que a Globo não dá destaque.

 

Perdemos o prumo, o rumo,  a vergonha. Ela é apenas um calombo que dói quando o plim-plim  nos assusta. Depois, o silêncio. Até o próximo ato.

 

 

 

 

publicado por Adelina Braglia às 13:30

 

"...estava previsto que a cidade dos espelhos e das miragens seria arrasada pelo vento e desterrada da memória dos homens ..."

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Obrigada, Karine.

 

 

 

publicado por Adelina Braglia às 11:58

Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

18
19
21

26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO