" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

05
Mar 07

 

Não, eu não me iludo com pouca coisa. Fiz isso na juventude e até hoje amargo a frustração dos que se acreditaram donos da esperança e da verdade.
Porém, com a visita de Bush, é importante deixar a frustração de lado e olhar o que ele vem fazer por aqui.

Alerta 1

Lula, presidente do Brasil
Chavez, na Venezuela,
Rafael Correa, no Equador,
Evo Morales, na Bolívi,
Michelle Bachelet, no Chile,
Kirchner, na Argentina,
Tabare Vásquez, no Uruguai
Daniel Ortega na Nicarágua
René Preval, no Haiti
O eterno Comandante, em Cuba.


Assim, enquanto o Grande Irmão salvava o Oriente Médio, fizeram um enorme estrago no seu quintal.


Alerta 2

Metanol e biocombustível


Só uma palhinha:


“ (...) Já no que se refere ao comércio do metanol e biocombustíveis, a hipocrisia é maior ainda. Não há o que discutir sobre este assunto quando se sabe que, em decorrência das enormes barreiras protecionistas do imperialismo, o galão do metanol brasileiro é exportado para os EUA por apenas 54 centavos de dólar. E o governo Bush já enfatizou que não pretende alterar esta política, segundo reportagem do jornal Valor Econômico (05/02/07). O artigo informa que um dos mecanismos protecionistas, o da tarifa que encarece a importação, foi prorrogada até 2008. Além disso, o governo ianque já anunciou que pretende ampliar a produção de metanol a partir do milho - e não da cana produzida no Brasil (...)”

(Altamiro Borges, editor de Debate Sindical)



Alerta 3

“ (...) Os 14 centavos de dólar sobretaxados em cada litro de etanol brasileiro não impediram que 1,75 bilhão de litros fossem embarcados para os EUA em 2006. A sobretaxa representa, porém, uma óbvia medida protecionista, destinada a salvaguardar interesses da produção menos eficiente de álcool de milho dos Estados Unidos.

A lei correspondente, aprovada no Congresso americano, destoa do discurso sobre livre comércio. Se num país em desenvolvimento tais sobretaxas já seriam questionáveis, no país mais rico do mundo resultam inaceitáveis. Sua manutenção representa empecilho para perseguir o próprio objetivo de formatar um mercado mundial eficiente(...)”

(Agencia Carta Maior – 09/02/2002)
 
 
Que venha o "companheiro" Bush!
 
 


publicado por Adelina Braglia às 15:25

Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14
15

18
19
23
24

27
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO