" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

10
Nov 06

 

Foto: "Círio"  - Rosa Almeida

 
Nada é como parece. E Pirandello já avisava... “assim é se lhe parece... "... "para cada um a sua verdade...” 
 
Pareço-me comigo. Mas, em meio a muitas controvérsias!
 
Pirandello, Ionesco e Aristóteles – ou o pouco que me lembro do que deixaram – ajudam a compreender alguns desvios entre meu discurso, que embora coerente com a prática, distancia-se do meu sentimento.
 
A cordialidade aprendida, este saber e conseguir ouvir, a “instintiva” comiseração pelo sofrimento do outro, convivem mal com a raiva contida, a controlada vontade de vomitar todos os sapos e a resistência atávica para aceitar meus limites!
 
Assim é, pois me parece.

 

publicado por Adelina Braglia às 10:41

Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15

21



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO