" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

02
Jul 06

height=360 alt=trescorestresdedos.jpg src="http://travessia.blogs.sapo.pt/arquivo/trescorestresdedos.jpg" width=480 border=0>

Sem que eu percebesse as pontas dos meus dedos

apareceram na foto das tábuas coloridas do piso do barco.

Não vi que os clicava quando bati a foto.

Só agora, "limpando" as imagens é que os encontrei.

Três cores, três dedos.

As cores foram escolhidas para estarem ali.

Os dedos, são intrusos, no piso e na foto.

Fotógrafa amadora e desatenta que sou,

olho agora meus dedos na tela,

e penso que eles já caminharam tantas estradas,

já me levaram por rios e igarapés,

por festas de boi,

danças de tambor,

cinemas e shoppings,

terreiros de forró.

Já me levaram ao riso,

à dor,

ao ruído insuportável

e aos silêncios,

Comanda-os a sua cabeça, diria alguém!

Não sei.

Olhando-os de novo,

penso que com o tempo já decidem sozinhos!

Tanto que aí estão, à revelia!

Devem cansar-se, às vezes, meus dedos,

de tantas idas e vindas

pra chegar a lugar algum.

Mas, solidários que são,

permanecem aqui,

me olhando do chão, silenciosos,

esperando que eu os carregue para dormir.

 

publicado por Adelina Braglia às 23:33

Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
15

16
17
18
21
22

23
25
27



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO