Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Fevereiro 2006

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728


Pesquisar

 


Nada grave. É só Raulzito, em 1974!

Quarta-feira, 08.02.06


(Raul Seixas e Paulo Coelho(*): Óculos escuros. www.raulseixas.com.br)


(*) Sim, o mesmo autoajudista que fatura horrores de dinheiro há décadas! 

Pena ter morrido o Raul! Quem sabe ele vivo,  não teríamos Paulo Coelho hoje)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 06:53

Não, nada grave. É só a nossa inserção no mundo....Puá!!!!!

Quarta-feira, 08.02.06
" GENEBRA (Noticias OIT) – O número de pessoas desempregadas no mundo registrou um novo aumento em 2005, evidenciando que o forte crescimento econômico não pode compensar o aumento na quantidade de pessoas que procuram trabalho, sobretudo entre o grupo cada vez mais numeroso de jovens desempregados, afirma a Organização Internacional do Trabalho (OIT) em seu relatório sobre Tendências Mundiais do Emprego, divulgado hoje.

O relatório da OIT sustenta que a debilidade da maior parte das economias para converter seu PIB em criação de postos de trabalho ou no aumento de salários, junto a uma série de catástrofes naturais e o aumento do preço da energia, afetam com particular dureza aos trabalhadores pobres do mundo.

O relatório demonstra que apesar do crescimento de 4,3 por cento do PIB mundial em 2005, somente 14,5 milhões dos mais de 500 milhões de trabalhadores do mundo em condições de pobreza extrema conseguiram superar a linha da pobreza de 1 dólar/dia por pessoa.

Além disso, dos mais de 2,8 bilhões de trabalhadores no mundo em 2005, há 1,4 bilhão que não ganham ainda o suficiente para elevarem sua situação e de suas famílias para acima da linha de pobreza de 2 dólares diários, situação que perdura há 10 anos, afirma a OIT.

“O relatório deste ano demonstra uma vez mais que o crescimento econômico não é capaz de satisfazer por si mesmo às necessidades mundiais de emprego. Isto está atrasando a redução da pobreza em muitos países”, disse o Diretor Geral da OIT, Juan Somavia. “Estamos enfrentando uma crise mundial do trabalho de proporções enormes, e um déficit de trabalho decente que não vai ser resolvido sem que se faça alguma coisa. São necessárias novas políticas e ações para enfrentar estes problemas”.

(Leia mais: www.ilo.org.br)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 06:45


Comentários recentes

  • Anónimo

    Que bacana , cá estou pronto pra te perguntar : co...

  • River

    Saúde! Segurança! Educação!A cultura e a Educação ...

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...






subscrever feeds