" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

03
Ago 05

Aprendi, e exercito diariamente este aprendizado, que a administração pública é impessoal. Que os agentes públicos são responsáveis pelo único,  senão exclusivo, indicador de produtividade do setor público - a melhoria das condições de vida da população - e para isso têm que ser eficazes, probos e responsáveis pela apuração dos atos danosos ao bem público, sejam dos seus ou daqueles que os antecederam.

Com isso entendo que, independente do comissário de plantão, os governos de todas as esferas não podem fazer negociatas na passagem de comando, ocultando atos e fatos da população, principalmente quando estes atos e fatos envolvem corrupção ou inépcia.

O ex- Chefe da Casa Civil, agora retornado à Cãmara Federal, Deputado José Dirceu, ontem esgrimia na CPI um argumento, enrolado na bandeira do patriotismo e da segurança do país, com o qual pretendeu explicar ou justificar porque o atual governo não apurou as ações  danosas das administrações anteriores (especialmente de Collor e FHC) que resultaram no intenso processo de privatização das estatais.

Quero, como cidadã, eleitora e agente públlico,  implorar que não me protejam mais da verdade. Nenhum governo. Nenhuma partido.

Não é com patriotadas que se explica o que vivemos hoje.

publicado por Adelina Braglia às 19:16

Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

14
18

21
26
27

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO