" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

24
Out 07
A DS (Democracia Socialista) corrente petista - cuja mairor expressão no Pará é a Governadora - esperneia contra a decisão dos sindicalistas da Corrente Sindical Classista, braço sindical do PC do B, e protesta contra a decisão daquele coletivo de romper com a CUT.
 
Curioso é que a DS, em 2002, minoritária na Confederação, criou uma correntinha lá dentro, batizada de CSD - CUT Socialista e Democrática, que eles mesmos definiam como “uma intervenção de militantes cutistas no processo de superação da insuficiência da elaboração e dos impasses político-organizativos vividos pelo sindicalismo cutista”. Terrivelmente esclarecedor o eufemismo que diz, trocado em miúdos: como não convencemos a maioria ds nossas propostas, agora faremos um guetozinho aqui dentro e a nossa CUTizinha vai combater a Corrente Classista e a Articulação Sindical.
 
O PC do B agiu de acordo com  o tamanho da sua hegemonia: caiu fora e vai abertamente discordar "...da insuficiência da elaboração e dos impasses político-organizativos vividos pelo sindicalismo cutista." É mais honesto.
 
Os meninos e meninas da DS gostam de sofismas! Ou, como dizia minha avó, e minha mãe repetia: pimenta no dos outros é refresco. Já no próprio....dói!
publicado por Adelina Braglia às 13:40

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12

14
15
16
17
18
19

21
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO