" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

16
Set 07

 

 
Se o mar não seca, o rio não para
e a lua ri pra mim aos quartos,
lá no céu,
e se eu concordo que ser feliz
é um instantâneo bom momento,
uma fotografia, uma música, um riso, um afago,
um vinho, um peixe,
ainda que salgado,
e um café com chantilly para reparar o aparente estrago...
  
Se eu teimo em achar que sei quase tudo,
e que não sou eu o problema - é o mundo! –
e esqueço, às vezes, de dizer
que isso é -  em parte! – brincadeira...
Se você compreende que tenho retratos na minha parede
que o tempo não altera e especialmente aquela foto
da moça que é  parte do que sou
e que  emoldura o que há de bom em mim ...
  
E se eu sei que a emoção também se gasta
como a sola do sapato que carrega o peso do corpo
e concordo que para que isso não aconteça
há que por rodinhas na cruz,
ainda que ela seja de isopor...
 
E se a gente até se acostumou com presidentes esquecidos
- o que escrevia e o que tomou-lhe o assento –
e se o Renan foi, como um anjo, absolvido,
eu sei que tudo pode acontecer !
 
E como você sabe que eu não remo, nem nado,
pode acontecer também que eu sobreviva,
se eu aprender a mergulhar no dia-a-dia...
e se você aguentar continuar ao meu lado...
 
...rsrsrs....
publicado por Adelina Braglia às 22:02

Arnaldo Antunes...que bom! Poema...que legal!

Bia, falo de você no blog..."como sempre"... rsrs

Ouça aquela orquestra, é só de mulheres..e é Bach !

Beijinhos.
Boa semana.
Bom dia.
cris a 17 de Setembro de 2007 às 14:06

Acho que aqui cabe uma fala...já de algum tempo... mas que continua incansável no seu encalso ...mesmo com o peixe salgado, e para isto tenho até um bom ditado: para salgar a comida basta estar apaixonada.
Ai vai aquela fala, que espero, lave a dúvida da espera. Mas, cuidado! não vale abusar...

"Um olhar tranquilo u
ma voz suave
um ar meio que parado como que anunciando uma tempestade...
mergulho no olhar e deixo a voz me penetrar...
fico nua esperando a chuva me molhar...
É assim que te amo e me deixo amar.
beijo
Awor
awor a 19 de Setembro de 2007 às 15:31

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14

19
21

23
25
27
28

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO