" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

15
Ago 07

 

 

 

Cresça querida. Não tenha medo. E enquanto cresce, continue olhando as borboletas e percebendo todas as cores, cheiros e sons. E, principalmente, enxergando as pessoas com a comiseração necessária para fortalecer sua solidariedade e seu afeto por elas.
 
Cresça querida, e continue abraçando sem medo, ainda que muitos lhe digam que não se deve confiar nas pessoas. Olhe-as sempre nos olhos, aperte suas mãos. A chance de fazer um novo amigo é maior do que a de tropeçar num inimigo. Eu acredito nisto e quero que você possa crescer confiando nesta intuição de avó.
 
Cresça querida e calce suas botas no verão, vista seu vestido de festa para ir ao Museu,e dance, dance muito. Rodopie com seus patins. Coma pipocas. E receba todas as noites o beijo que lhe dou e que viaja no ar até pousar na sua testa.
 
Cresça querida, ainda que eu não tenha certeza de viver o suficiente como prometi.
Se eu morrer logo, você vai compreender minha doce mentira, tenho certeza.
 
Se há qualquer coisa parecida com vida depois da morte, seu beijo será eterno.
Se não houver, não fará grande diferença: guarde na memória esse estoque que acumulamos.
 
publicado por Adelina Braglia às 21:50

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
18

19
21
23
24

26
27
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO