" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

30
Jul 07

 

 

 

 

 

"(...) Vienes quemando la brisa
con soles de primavera
para plantar la bandera
con la luz de tu sonrisa(...)"

 

(Carlos Puebla)

 

 

Eduardo Lauande, 41 anos, foi assassinado num assalto banal.

 

 

Banal porque a luta contra as causas da violência diária parece ser uma batalha que estamos perdendo dia após dia. Banaliza-se a morte, a dor, a perda. Parece que tudo isto é natural como o sol ou a chuva.

 

Parece natural um jovem, marido, filho, irmão, amigo e companheiro tombar assim.

 

 

Eduardo era um combatente da justiça, da paz, da igualdade.

 

 

 

 

 

publicado por Adelina Braglia às 00:45

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
19
21

22
23
27
28

29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO