" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

30
Mai 07

 

Assisti a entrevista do rabino Henry Sobel, sobre o roubo praticado por ele no final de março, numa loja em Palm Beach, de onde surrupiou algumas gravatas. O fato foi fartamente explicado à época, como resultante de um surto medicamentoso que o rabino sofreu.
 
O rabino Sobel é uma figura pública sempre respeitada pela sua posição na luta pela democracia no Brasil, nos anos de chumbo da ditadura. É figura presente em todos os movimentos de luta pela cidadania.
 
Ao assistir à reportagem, imediatamente pensei que outras figuras públicas nada respeitáveis pelo passado ou pelo presente nunca foram constrangidas a responder às questões que o rabino respondeu. Mesmo que mentissem vergonhosamente como sempre mentem. Mesmo que não olhassem de frente para a câmera como o rabino olhava.
 
Que tal entrevistas diárias com Sarney, Barbalho, Renan, Arthur Virgílio, Collor, ACM, Dilma, Nelson Jobim e outras figuras nacionais, para que respondam como praticaram seus atos, se sentem arrependimento pelo que fizeram, e todas as perguntas imbecis que fizeram a Sobel?
 
 
publicado por Adelina Braglia às 08:41

Assisti tb.
Mas vc sabe que dá muita raiva?...
Para eles mentirem assim...é melhor a imprensa ficar fuçando mesmo...
Bjs.
Cris a 30 de Maio de 2007 às 16:50

A crítica não é ao carater investigativo da imprensa, Cris. É só uma "sugestão" aos donos da imprensa.
Beijão

Amiga eu estava falando do entrevistador.
Com a mídia não há mais remédio. Só $.
Por isso que as mídias alternativas estão se fortalecendo. Essa entrevista era "encomendada".
Assim como tantas outras. Mas que não passa mais, não passa.Assim como tantas outras, tb.

Bjs.

Cris a 31 de Maio de 2007 às 00:28

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
14
16

20
21
22
23
25
26

28
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO