" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

25
Abr 07

 

 

Recebido como um abraço, tão apertado que nem parece distante,

tão carinhoso como só um amigo infinito pode mandar:

 



Na cerca a flor
índiga luz
reluz orvalho

(eu, espantalho)

Nela, o novo.
Além, a vila
velha e o raro ovo
na mesa do povo.

Sobre o templo
a flor volátil
da manhã

 

(Índigo blue - Ademir Braz -25 de Abril de 2007 00:54 )

 

 

 

 

Pra decifrar, uma "palhinha":

 

 

(...)

 

Índigo blue, índigo blue
Índigo blusão
Índigo blue, índigo blue
Índigo blusão

Sob o blusão e a camisa
Os músculos másculos dizem respeito
A quem por direito carrega
Essa Terra nos ombros com todo o respeito
E a deposita a cada dia
Num leito de nuvens suspenso no céu
Tornando-se seu abrigo
Seu guardião, seu amigo
Seu amante fiel

 

(Índigo blue - Gilberto Gil)

 

 

 

publicado por Adelina Braglia às 07:14

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
16
17
18

22
23
26
27
28

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO