" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

07
Abr 07

Acordei com vontade de fazer as pazes comigo.

E fui buscar em Benedetti um recado pra mim.

Vamos lá:

 

 

 

 

 

No te quedes inmóvil al borde del camino
no congeles el júbilo
no quieras con desgana
no te salves ahora
ni nunca.

No te salves
no te llenes de calma
no reserves del mundo
sólo un rincón tranquilo
no dejes caer lo párpados
pesados como juicios
no te quedes sin labios
no te duermas sin sueño
no te pienses sin sangre
no te juzgues sin tiempo.

Pero si
pese a todo
no puedes evitarlo
y congelas el jubilo
y quieres con desgana
y te salvas ahora
y te llenas de calma
y reservas del mundo
sólo un rincón tranquilo
y dejas caer los párpados
pesados como juicios
y te secas sin labios
y te duermes sin sueño
y te piensas sin sangre
y te juzgas sin tiempo
y te quedas inmóvil
al borde del camino
y te salvas
entonces
no te quedes conmigo.

 

(No te salves - Mario Benedetti)

 

publicado por Adelina Braglia às 13:22

Que os justos avancem
solidários como abelhas
aguerridos como feras
e empunhem todos os seus nãos
para instalar a grande afirmação.

Mario Beneditti
Borboleta de sonho a 7 de Abril de 2007 às 14:20

Hoje você acordou com que mensagem?
Preciso saber, pois estou a voar....voar...
preciso pousar.
Ande logo, vai!!!!
Feliz Páscoa!
Borboleta de sonho a 8 de Abril de 2007 às 16:00

Só uma música. Acordei e ela está aqui até agora, na minha cabeça..."Cabocla, seu penacho é verde, é da cor do mar...é a cor da cabocla Jurema..." Bethânia. Não me pergunte o sentido. Não tenho a menor idéia. Abraço. Pouse, mas pouse de leve.

Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
16
17
18

22
23
26
27
28

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO