Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Março 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Pesquisar

 


Um abraço pra Cris, com o poema de Moçambique.

Segunda-feira, 26.03.07

 

No meu país
a (in) competência doentia
mutila-nos o sorriso
e nós teimosamente arranjamos muletas e sorrimos
deitados à sombra da esperança
esculpida pela nossa paciência.
Coragem, gente, pois galopa célere o instante
em que sorriremos sem muletas!

 

(Sorrisos mutilados – Carlos Zimba )

 

 

Abração, Cris Moreno.

Sair do fosso e caminhar sem muletas, ainda é a meta.

Mesmo que não seja célere,

mesmo com o sorriso mutilado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 02:10

1 comentário

De Cristina Moreno a 26.03.2007 às 13:47

Rui Barbosa (1849 - 1923)

O Meu Candidato

Primeiros piparotes
De uns zotes.
Ria-se destes botes!

Barão, a gentileza
Da sua circular
Deu-me apetite à mesa:
Não sei como a pagar.
E eu que o mal conhecia!
Aquela bizarria,
Por ela só, mal li-a,
Saí, e a quantos via
Dizia,
Sem mais explicação,
Que o hão indigitado,
E indigitado o hão.
— Pois não...
Porém
A quem,
Barão?

(...)

Pernalto, barbirraro:
O todo do estadista.
Na lógica preclaro,
Grande controversista.
Falem-lhe em dialética!
Arguam-no na ética!
Provoquem-no à estética!
Bulam-lhe na poética!
Patética,
A dele: é de enche-mão!
Ou o hão indigitado,
Ou indigitado o hão.
— Razão
Não tem
Seu bem,
Barão?

Olhem: chegando à corte,
Logo a coroa o quer.
É a pérola do Norte.
Pilhou logo o poder.
A Câmara a adorá-lo;
Senado, esse a invejá-lo;
A imprensa a endeusá-lo;
E a fama, co'o badalo,
A alçá-lo...
Favas contadas são.
Os que o hão indigitado,
E indigitado o hão...
— Quem são?
Alguém?
Ninguém,
Barão?

(...)

Sua candidatura
Vou rezar contra enguiço,
Tabocas, ou feitiço!
Segura e mais segura!
Já gozo a festa a sós:
Ei-lo de catrapós;
Povão fervendo após;
Um lunche de filhós;
E nós:
"Tambor, tarampatão!"
Pois se o hão indigitado,
E indigitado o hão...
— Bá-lão,
Amém!
Dé-lém,
Barão!
Tarampantão!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Comentários recentes

  • River

    Saúde! Segurança! Educação!A cultura e a Educação ...

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.






subscrever feeds