" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

06
Dez 06

 

 

 

Ela estava tão bonita! Nenhuma névoa a encobria. Minha foto é que é péssima.

A "moldura" é o galho do pé de graviola do meu vizinho.

O que não foi captado na foto, foi a vontade de chorar  por me deixar sobrecarregar pelo cotidiano e ter visto muito menos luares do que eu merecia.

A música de fundo hoje não "brotou" espontaneamente. Foi escolhida, por solidariedade a mim mesma ou por castigo:  

 

 

Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
Até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer
Queria ter aceitado as pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor
Queria ter aceitado a vida como ela é
A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier

O acaso vai me proteger (...)
 
 
 Epitáfio (Sérgio Britto - cantada  pelo Titãs)
 
 
publicado por Adelina Braglia às 15:01

Olha, é lua cheia ao mesmo tempo, aqui e aí!... :)
sotavento a 7 de Dezembro de 2006 às 12:10

Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14
16

17
19
21
22
23

24
25
26
27
29
30



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO