" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

24
Nov 06

Tempo-destino,  é hoje a canção que amanheceu no rádio da minha cabeça, mudo há alguns dias.

Começo a me achar esperta - justiça se faça a Ana, a Patrícia  e ao Pondera! -aprendendo a entender como funciona o meu fundo musical.

É tão óbvio!!!

 

Há entre o tempo e o destino um caso antigo, um elo, um par
Que pode acontecer, menino, se o tempo não passar?
Feito essas águas que subindo
Forçaram a gente a se mudar
Que pode acontecer, meu lindo, se o tempo não passar?
O tempo é que me deu amigos e esse amor que não me sai
Que doura os campos de trigo e os cabelos de meu pai
Faz rebentar as paixões
Depois se entrega às criações
E assim mantém a vida...
Que acontecerá aos corações se o tempo não passar?...
Não mato o meu amor primeiro
Porque tenho amizade nele
Que já faz parte do meu mundo
O tempo entre eu e ele...
(Nilson Chaves e Vital Lima)

 

publicado por Adelina Braglia às 12:25

Ana, Patrícia, Pondera...e eu, onde fico?
dulce a 24 de Novembro de 2006 às 18:45

Dulce, voc~e fica no coração, na razão, na amizade, na compreensão , na "esperteza" e na gratuidade de tudo isso...rsrsrs.... Isso basta, querida? Beijo
Adelina Braglia a 24 de Novembro de 2006 às 19:35

Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15

21



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO