" Se a esperança se apaga e a Babel começa, que tocha iluminará os caminhos na Terra?" (Garcia Lorca)

08
Set 06
No abnoxio, encontro o aceite para a  liturgia do pecado. Lembro imediatamente de Adélia Prado e prometo ao meu amigo que assim que eu recuperar minhas asas de anjo, voarei sobre o Atlântico!
Abraço forte, Ademar.
 
Antigamente, em maio, eu virava anjo.
A mãe me punha o vestido, as asas,
me encalcava a coroa na cabeça e encomendava:
"Canta alto, espevita as palavras bem."
Eu levantava vôo rua acima.
 (Verossímel - Adélia Prado)
 
publicado por Adelina Braglia às 01:18

Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
19
21
23

24
25
26
27
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO