Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


calendário

Agosto 2005

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Pesquisar

 


No chance.

Segunda-feira, 15.08.05

"Alguma coisa e outra, posso até ter tido algum tipo de conhecimento, mas não fiquei sabendo de tudo", teria afirmado a pessoas próximas durante sua curta estadia na capital pernambucana, segundo o jornal O Estado de S.Paulo. (www.terra.com.br, 15.08.2005). Essa é a declaração do ex-Chefe da Casa Civil, José Dirceu, ao chegar a Recife para o velório do velho Arraes.

Bem que tentei, mas não consegui ficar quieta, apenas olhando esta frase e tentar curtir a chance de ficar de férias uma semana, lambendo a cria mais nova, revendo irmão e amigos.

Arrogância minha achar que minha opinião tem alguma importância, eu sei, mas acho que o faço mais por desabafo, do que por supor sinceramente que o que quer que eu pense, diga ou faça altera este quadro.

Lembro do ex-ministro quando lider estudantil da UEE em São Paulo. Nunca fui da sua turma. Minha turma era a do Travassos e o Zé Dirceu, como era conhecido, ganhara as eleições na UEE menos pelo conteúdo e mais pelo carisma do discurso inflamado e pelo charme entre as mocinhas.

Segui de longe sua rápida ascenção e nunca entendi muito bem quando ele saiu como um dos nomes na lista dos presos políticos trocado pelo embaixador. Naquele momento em nossas cadeias havia gente muito mais importante pra luta do que ele, embora esse seja um raciocínio condenável, pois ninguém deveria estar preso, nem ele.

Sua volta após a anistia já foi na condição de comissário petista e seus mandatos foram legítimos. Não discuto isso. Mas, essa frase me faz um mal enorme. Vem ao encontro da minha desconfiança quase absoluta, desde que esta tramóia veio a público, de que ele falava a verdade, pois era impossível imaginar que o poderoso chefe nada sabia. Mas, como quem acreditou em papai noel até os 10 anos de idade, ainda imaginava uma saída decente e mais honesta pra trampolinagem.

E agora vem essa frase! Não, não mereço. Não merecemos. Sabia "alguma coisa"? Vai mentir outra vez a conta gôtas enquanto se prepara algum cenário também mentiroso pra encontrar saídas?

Ai, que saudades do Travassos! Vontade de voltar a roda do tempo e resgatá-lo e abraçá-lo e ter certeza de que quando jovem, eu era muito melhor!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 09:53


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...