Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2005

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Pesquisar

 


Bar da noite.

Terça-feira, 06.12.05

Tenho que fazer a revisão de um texto desconexo.

A chatice de faze-lo me induz a imaginar que se eu tivesse sido o que queria - cantora de boate - talvez hoje estivesse indo dormir bem cedo pra enfrentar, na madrugada de amanhã, a fila do INSS, pra curar uma bronquite adquirida entre copos de gelo e cigarros. Muitos. Mas, teria cantado noites inteiras e ensaiado passos de dança cantando Sabor a mi, enquanto o garçom filósofo atenderia os velhos quase bêbados e as mulheres excessivamente pintadas, na sala enfumaçada.

 Sim, essa é a minha fantasia de boate, ou de  “bar da noite”, como cantava a Nora Nei:


“Bar, tristonho sindicato, de sócios da mesma dor,

bar, que é o refúgio barato dos fracassados do amor”


Ao mesmo tempo, essa fantasia que me acompanha desde a juventude, e que não se realizou, anda de mãos dadas com outras, que também não se realizaram: os sonhos de revolução, a idéia de um Brasil justo, a expectativa de um povo feliz.

Assim, cá estamos, eu com cinqüenta e seis anos e o Brasil com muitos mais, revisando um texto desconexo.

Vamos em frente.

Fui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 21:58

1 comentário

De Liebchan a 06.12.2005 às 22:50

http://dizimos.blogs.sapo.pt/

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...