Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2005

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Pesquisar

 


Música. Sem som.

Segunda-feira, 19.12.05

Súbito me encantou a moça em contraluz

Arrisquei perguntar: quem és?

Mas fraquejou a voz

Sem jeito eu lhe pegava as mãos

como quem desatasse um nó

Soprei seu rosto sem pensar ,

e o rosto se desfez em pó

Por encanto voltou cantando a meia voz

Súbito perguntei: quem és?

Mas oscilou a luz, fugia devagar de mim

E quando a segurei, gemeu

O seu vestido se partiu

E o rosto já não era o seu

Há de haver algum lugar um confuso casarão

onde os sonhos serão reais e a vida não

Por ali reinaria meu bem

com seus risos, seus ais, sua tez

E uma cama onde à noite sonhasse comigo

Talvez um lugar deve existir

Uma espécie de bazar onde os sonhos extraviados

Vão parar entre escadas que fogem dos pés

E relógios que rodam pra trás

Se eu pudesse encontrar meu amor

Não voltava


Jamais


A moça do sonho - Edú Lobo e Chico Buarque - 2001

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 21:51

2 comentários

De Bia a 20.12.2005 às 23:45

Fiz um post pra você. Sem respostas, sem certezas. Abraço

De sotavento a 20.12.2005 às 16:09

E afinal que vida é que se vive, a real ou a sonhada?!... :)

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...