Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


calendário

Janeiro 2006

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Pesquisar

 


Pasárgada.

Domingo, 22.01.06

 Se um dia eu acordar valente,

e Rocinante, finalmente, me derrubar,

vou ver que os moinhos não são de vento:

são de terra, areia e mar.

Vou reescrever minha vida,

indo buscar as mangas cheirosas da  infância

da casa da minha avó,

e os seus doces da mamão,

e a malhadeira de meu pai,

e o pão caseiro da tia,

e os gnocchis da minha mãe,

e atiro-os todos ao ar!

Livro-me de gostos e cheiros,

abando essa melancolia - e esse enorme prazer! -

de olhar pra traz.

 

Se um dia eu acordar valente,

faço várias parcerias

nas letras que tanto gosto!

Começo roubando Gil,

pra me convencer a só ser.

Junto-me a Cazuza, e grito:

eu preciso dizer que te amo...tanto!

Desculpo-me com meus filhos,

e os da sua geração, surrupiando Ivan Lins:

  “perdoem a falta de ar...”

E vou-me embora pra Pasárgada,

seguindo Manuel Bandeira,

pra ter o amor que quero,

na cama que escolherei!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 08:54

3 comentários

De Bia a 22.01.2006 às 20:38

Ausencia fatal, seja bem vinda por aqui!
Sotavento, saudades de você. O problema é que só tenho construído "cama de varas", como se diz por aqui. Abraços.

De sotavento a 22.01.2006 às 10:13

E quem boa cama fizer, nela se há-de deitar!... ;)

De ausencia fatal a 22.01.2006 às 08:59

Por cima das palavras


Desenho a curva da tua boca. Um sino.

Por cima das palavras já é dia.

A voz persegue o animal difícil

Que caminha o dia, a passo.



Esta parede de vidros enlouquece

Como uma selva. Uma paragem de autocarro.

Na tua mão a coragem é a arma necessária.

O amor são três lâmpadas. Os dedos principiam.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...