Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Março 2006

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 


O poeta negro.

Quinta-feira, 30.03.06

Bruno de Menezes 043.jpg


“Rufa o batuque na cadência alucinante
Do jongo do samba na onda que banza.
Desnalgamentos, bamboleios, sapateios, cirandeios,
Cabinas cantando lundús das cubatas.

Patichouli, cipó-catinga, priprioca,
Baunilha, pau-rosa, orisa, jasmin.
Gaforinhas riscadas abertas ao meio,
Crioulas, mulatas, gente pixaim...

Sudorancias, bunduns mesclam-se intoxicantes
No fartum dos suarentos corpos lisos lustrosos
Ventres empinam-se no arrojo da umbigada,
as palmas batem no compasso da toada.”

(Fragmento de Batuque, de Bruno de Menezes)


Bruno de Menezes, poeta, jornalista, romancista, nasceu em 1893, em Belém, Pará.

Morreu em 1963, em Manaus, Amazonas.


 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 22:33


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...