Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930


Pesquisar

 


Não acorda, amor.

Terça-feira, 08.11.11

 

Só por hoje, não me estenda a mão, não perca o gesto.

 

Distribui o seu abraço.

 

Não gaste o coração,

porque meus olhos,

meus ouvidos,

meus sete sentidos

estão tão dispersos

que não vêem

nem sentem seus esforços.

 

Aguarda um tempo  e depois,

como no samba do Chico,

bota  a roupa de domingo

se quiser me esquecer.

 

Dorme, amor,

que eu sou um pesadelo agora.

 

Sou uma sensação ruim do muro que ruiu

e da ponte que se lançou para o nada.

 

Sou um bicho estranho num país que jamais será uma nação,

bato-me de um lado a outro nas pontas  das pirâmides invertidas.

 

Mas, amanhã tudo se recompõe.

Como o sol e a chuva deste “inverno” de Belém.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 22:47


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...