Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


calendário

Dezembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 


Agradecendo.

Quinta-feira, 02.12.10

 

 

De Anna  Akhmátova,

 

transcrito para  Ana Cleide,

 

como agradecimento.

 

Pelas suas mãos e pela poesia compreendo o que é ser  “realizada”.

 

Obrigada, Ana.

 

 

 

Eu, como um rio,

fui desviada por estes duros tempos.

Deram-me uma vida interina. E ela pôs-se a fluir

num curso diferente, passando pela minha outra vida,

e  eu já não reconhecia mais minhas próprias margens.

Oh, quantos espetáculos perdi,

quantas vezes o pano ergueu-se

e caiu sem mim. Quantos dos meus amigos

nunca encontrei uma só vez em toda a minha vida,

e quantas paisagens de cidades

poderiam ter-me arrancado lágrimas dos olhos;

mas só conheço uma cidade neste mundo

embora nela fosse capaz de achar meu caminho até dormindo;

e quantos poemas nunca cheguei a escrever,

e seus refrões misteriosos pairam à minha volta

e, talvez, de algum jeito, acabem por

me estrangular...

Estão claros, para mim, o começo e o fim,

e a vida depois do fim, e mais algumas coisas

de que não tenho de me lembrar por enquanto.

Uma outra mulher ocupou

o lugar especialmente reservado para mim

e usa meu nome,

deixando para mim só o apelido, com o qual

fiz,  provavelmente, tudo o que havia para ser feito.

 

Não me deitarei, ai de mim,  em meu próprio túmulo.

Mas, às vezes,  o vento brincalhão da primavera,

ou certas combinações  de palavras em um livro,

ou o sorriso de alguém suscita em mim,

de repente, essa vida que nunca aconteceu.

Neste ano, houve tais e tais coisas,

naquele ano, aquelas outras: viajar, ver, pensar

e lembrar, e entrar em um novo amor

como dentro de um espelho, com a leve consciência

da traição e de que, ontem, ainda não estava ali

aquela ruga.

..............

 

Mas se eu pudesse observar de fora

a pessoa que hoje sou,

aí sim, aprenderia finalmente o que é a inveja.

 

(Leningrado, 2/9/1945)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 11:35


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...