Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930


Pesquisar

 


Que eu cegue, fique surda e cale a boca!

Sábado, 05.09.09

 

Esta semana, as ruas de Belém  viram a revolta dos operários da construção civil. Fúria, mais do que revolta.

  

Fúria que foi combatida com veemência pela polícia e aplaudida pela sociedade, a mesma que consome os apartamentos de 2 milhões, um por andar. A mesma  que faz de conta que não há nada de estranho no "boom" imobiliário, que assola a cidade há quatro ou cinco anos. Sequer suspeita que tanta "produtividade" pode ter estranhas origens!

 

As torres de concreto, exibindo a luxúria que prometem, construídas sobre salários miseráveis e condições de trabalho insanas e ilegais, ficaram intactas.

 

Nossa solidariedade, nossa capacidade de compreender para além da fúria, foram definitivamente danificadas.

 

Repito este post também no Monólogos.

 

 

Quem sabe assim, aplaco minha vergonha.


A letra, para facilitar:



 

Só peço a Deus
que a dor não me seja indiferente
que a seca morte não me encontre
vazia e só sem ter feito o suficiente
 
Só peço a Deus
que a injustiça não me seja indiferente
que não me esbofeteiem a outra face
depois que uma garra me arranhou esta sorte
 

 

Só  peço a Deus

que a guerra não me seja indiferente
é um monstro grande e pisa forte
esmaga toda a inocência da gente
 

 

 

 

(Solo le pido a Diós – León Gieco)

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 07:39


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...