Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728


Pesquisar

 


A volta do velho senhor.

Terça-feira, 03.02.09

 

"Nenhum senador – nenhum – foi à tribuna do Senado para defender a candidatura do senador José Sarney (PMDB) à presidência da Casa.
As ausências dos votantes em Sarney (acima na foto da Agência Senado, cumprimentando seu adversário Tião Viana) foi tão notória, tão constrangedora, tão visível, tão clamorosa que o senador Cristovam Buarque não desperdiçou a oportunidade de fazer uma ironia: “Daqui a pouco, vou pedir para falar em defesa do senador, porque seus aliados não comparecem para defender sua candidatura."
Ninguém se iluda: a vergonha impediu que senadores assomassem à tribuna para defender a candidatura Sarney.
Vergonha por quê?
Por estarem apoiando Sarney, ora essa.
Porque o apoio a Sarney suscita mesmo vergonha. Ou vergonhas.
Sarney representa um Brasil do passado.
Representa o caciquismo despido de quaisquer veleidades intelectuais.
Representa o baronato que impera nas políticas provincianas.
Representa as circunstâncias aliadas aos interesses – ou os interesses às circunstâncias, como vocês queiram – que menos se afinam aos interesses do País.
Representa o coronelismo nada esclarecido – ou esclarecido à custa da lábia, da lisura, da demagogia renitente e resistente.
Representa a submissão do Congresso ao Palácio do Planalto. E sob Sarney, o Congresso seria subserviente a quem estivesse no Palácio do Planalto – qualquer um.
Sarney é tudo isso.
O Senado, pela maioria de seus membros, sentiu-se envergonhado de externar claramente, sem peias, sem constrangimentos, seu apoio a Sarney.
Mas apoiou Sarney no refúgio aconchegante da votação secreta, no refúgio aconchegante do silêncio.
José Sarney, presidente do Senado da República.
O Senado merece o Sarney que tem.
O Brasil, não.
Não merece nem Sarney, nem este Senado que o elegeu seu presidente."

 

(Do Blog Espaço Aberto, lincado ao lado)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 08:25

2 comentários

De Cleide a 03.02.2009 às 22:13

Depois dessa eleição vergonhosa, que santo Ambrósio nos ajude e que Deus não desista de nós, povo brasileiro!!!

De Adelina Braglia a 04.02.2009 às 12:49

Amém, querida! Beijo.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...