Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2008

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 


Um dia de domingo...

Quinta-feira, 23.10.08

 

Abaixo, a situação dos dois candidatos que se qualificaram para o segundo turno da eleição para Prefeito em Belém no próximo domingo.  Conforme se vê, concorrem também na Justiça Federal e Estadual. Não se sabe ainda quem chegará ao pódio primeiro. Nem lá, nem cá.
 
 
Quanto a mim,  sou de um tempo em que um processo por malversação de recursos públicos ou a fundamentada suspeita de falta de decoro público,  desqualificaria qualquer candidato. E, como continuo presa ao meu tempo, pelo menos naquilo que fez com que eu mantivesse a espinha ereta, a mente quieta e o coração tranqüilo, não recomendo nada.
 
 
Respeito as escolhas de quem, diferente de mim, acredita e, às vezes,  representa mais do que a sua própria decisão e talvez por isso, obrigue-se a optar entre as escolhas que, a bem da verdade, não fizeram. As duas candidaturas representam o que o eleitor de Belém escolheu no primeiro turno. Uma escolha contaminada por essa democracia re-nascida há pouco mais de duas décadas. Uma escolha de Pirro. Alguns segundo aquilo que avaliam ser suas necessidades e outros na defesa dos seus privilégios.
 
 
Não tenho obrigação nem prazer em fazer esta escolha. Sequer desejo sorte aos candidatos. Desejo que nossa cidade sobreviva a eles.
 
 
 
Dedico-lhes o poema de José Régio. É a minha melhor homenagem.
 
 
 
Cântico negro
 
"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?
Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.
Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...
Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.
Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!
 
 
Nossos candidatos:
 
DUCIOMAR COSTA
No TRF da 1ª Região ou na Justiça Federal do Pará:
Ação Civil Pública (improbidade administrativa) 2006.39.00.004985-7
Execução Fiscal 00.00.27680-4
Inquérito (crimes de responsabilidade) 2008.39.00.006118-3
Ação Civil Pública (improbidade administrativa) 2008.39.00.006047-6
Ação Penal 2006.01.00.036879-9
No TJ-PA:
Ação por improbidade administrativa 2008.1.008616-3
Execução 1992.1.002508-2
Ação Ordinária 2001.1.030807-5
Execução Fiscal 2001.1.035591-6
Ação Popular 2005.1.031434-3
Em 2ª instância:
Queixa crime 200530001960
 
JOSÉ PRIANTE
No TRF da 1ª Região ou na Justiça Federal do Pará:

Execução Fiscal 2001.39.00.009456-8
Execução Fiscal 2001.39.00.011251-1
Execução Fiscal 2001.39.00.010126-9

No TJPA:

Indenização por Danos Morais 2006.1.064357-7
 
 
 
PS: no site que divulga essas informações,  os candidatos não apresentaram justificativas. (www.congressoemfoco.ig.com.br)
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 16:03


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...