Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


calendário

Agosto 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Pesquisar

 


É sábado. Apuremos o humor...

Sábado, 02.08.08

 

Ontem a noite pus-me a refletir,
nas coisas da vida em vez de dormir.
Tive um quebranto fiquei surdo e mudo,
tolhido de espanto mas percebi tudo.
 
O mundo era meu sentia-me um rei.
O tempo era extenso e eu ditava a lei.
Bastou dar um passo e crescer em frente.
Perdi toda a graça quase de repente.
 
Não fosse o sentido de humor apurado.
Que me faz viver um sonho acordado.
 Não via tão claro o sentido da vida.
E tudo seria bem mais complicado.
 
Eu era feliz tinha os meus brinquedos,
o anjo da guarda tirava-me os medos.
Descobri o amor, vi nele o paraíso,
mas para ser expulso às vezes pouco é preciso.
 
Podia ter tudo do bom e do caro.
Que nada acudia ao meu desamparo.
Sou a alma do mundo mais bem informada,
quanto mais me informo mais sei que sei nada.
 
Não fosse o sentido de humor apurado,
que me faz viver a sonhar acordado.
Não fosse o sentido de humor apurado.
E como seria?
 
Que me faz viver a sonhar acordado,
não via tão claro o significado
e tudo seria bem mais complicado.
Ontem a noite pus-me a refletir, nas coisas da vida em vez de dormir.
 
(Utilidade do humor – Clã)
 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 08:10


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...