Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2006

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Pesquisar

 


O rádio está tocando de novo ...

Sexta-feira, 24.11.06

Tempo-destino,  é hoje a canção que amanheceu no rádio da minha cabeça, mudo há alguns dias.

Começo a me achar esperta - justiça se faça a Ana, a Patrícia  e ao Pondera! -aprendendo a entender como funciona o meu fundo musical.

É tão óbvio!!!

 

Há entre o tempo e o destino um caso antigo, um elo, um par
Que pode acontecer, menino, se o tempo não passar?
Feito essas águas que subindo
Forçaram a gente a se mudar
Que pode acontecer, meu lindo, se o tempo não passar?
O tempo é que me deu amigos e esse amor que não me sai
Que doura os campos de trigo e os cabelos de meu pai
Faz rebentar as paixões
Depois se entrega às criações
E assim mantém a vida...
Que acontecerá aos corações se o tempo não passar?...
Não mato o meu amor primeiro
Porque tenho amizade nele
Que já faz parte do meu mundo
O tempo entre eu e ele...
(Nilson Chaves e Vital Lima)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pra fechar a lojinha....

Sexta-feira, 24.11.06

 

... nada como o Choro bandido:

 

Mesmo que os cantores sejam falsos como eu
serão bonitas, não importa, são bonitas as canções
Mesmo miseráveis os poetas os seus versos serão bons
Mesmo porque as notas eram surdas quando um deus sonso e ladrão
Fez das tripas a primeira lira que animou todos os sons
E daí nasceram as baladas e os arroubos de bandidos como eu
Cantando assim: você nasceu para mim
Você nasceu para mim

Mesmo que você feche os ouvidos e as janelas do vestido
Minha musa vai cair em tentação
Mesmo porque estou falando grego com sua imaginação
Mesmo que você fuja de mim por labirintos e alçapões
Saiba que os poetas como os cegos podem ver na escuridão


E eis que, menos sábios do que antes
os seus lábios ofegantes hão de se entregar assim:
Me leve até o fim, me leve até o fim
Mesmo que os romances sejam falsos como o nosso
São bonitas, não importa, são bonitas as canções
Mesmo sendo errados os amantes
Seus amores serão bons


(Chico Buarque – Edu Lobo)

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 03:05


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...






subscrever feeds