Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Pesquisar

 


Joana e eu.

Sábado, 08.09.07

 

“Equipe econômica teme que crise no Senado prejudique votação da CPMF
Partem da equipe econômica os sinais de maior apreensão pelo futuro político do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), às vésperas do julgamento do parecer do Conselho de Ética que recomenda sua cassação. Integrantes do eixo Fazenda-Planejamento defendem a permanência de Renan no cargo.

Em conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, esses assessores defendem a tese de que o melhor cenário para aprovar a proposta que prorroga a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) é com Renan sentado na cadeira de presidente do Congresso.”

(...)
http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20070908/
 
O texto das notícias tem nas manchetes o seu letreiro luminoso. Mas, como sempre desconfio das manchetes, desejei que o letreiro não correspondesse ao texto e que a minha instantânea irritação fosse apenas vontade de tomar o café, que coava mais lentamente do que eu queria.
 
Peguei o café e voltei para ler a notícia – café que anteontem tinha seu preço mais elevado do que na semana passada - e fui procurar a motivo da minha irritação que, certamente, não era o café e menos ainda Renan Calheiros. Renan não irrita. Renan enoja.
 
Queria eu que a equipe econômica temesse que a crise no Senado afetasse nossa tão frágil noção de honra, de verdade, de ética na política? Queria. E me senti uma perfeita idiota, logo eu, que gosto de ser sagaz e esperta!
 
Colocando mais um café na xícara, penso no que escrevi e retiro o que disse: não sou idiota. Tenho direito de querer que os que comandam “esse país” não sejam apenas honrados. Quero que também pareçam que são, tal qual a mulher de César.
 
O abuso de poder e suas falcatruas, o ostensivo cinismo para mentir e tripudiar que o Presidente do Senado demonstrou, são premiados. Nossos dirigentes acreditam e declaram que tudo isto parece ser somente firula moralista que atravanca interesses nacionais superiores a toda essa "miudeza"! A permanência deste crápula tranqüiliza e preserva a nação!
 
O café esfriou. Derramo-o na pia. E desejo que junto com ele se vá a vontade de escrever sobre as “firulas”. E sinto saudade de quando a gente cantava o samba de Haroldo Barbosa (Notícia de jornal), sobre a dor da Joana por causa de um tal João e lamentava que "...a  dor da gente não sai no jornal..."
 
Que venha o sábado!
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 07:07

1 comentário

De cris a 09.09.2007 às 00:15

E ele está indo...veja Bia, como a esperança está presente entre nós. Sempre. A Joana tentou suicídio mas não deu certo. Ainda bem. Cá na terra estão o Joaquim, o Manoel...quem sabe?

Beijos.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...