Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2007

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Pesquisar

 


Sobre duas falácias.

Sexta-feira, 11.05.07

 

Neste ano o Dia das Mães e a data comemorativa da Abolição da escravatura no Brasil, coincidem. Domingo, 13 de maio.

Abraço para as mães.

Axé para os negros.

 

 

Mamãe, mamãe não chore
A vida é assim mesmo eu fui embora
Mamãe, mamãe não chore
Eu nunca mais vou voltar por aí
Mamãe, mamãe não chore
A vida é assim mesmo eu quero mesmo é isto aqui
Mamãe, mamãe não chore
Pegue uns panos pra lavar, leia um romance
Veja as contas do mercado, pague as prestações
Ser mãe é desdobrar fibra por fibra os corações dos filhos
Seja feliz, seja feliz


Mamãe, mamãe não chore
Eu quero, eu posso, eu quis, eu fiz,

Mamãe, seja feliz
Mamãe, mamãe não chore
Não chore nunca mais, não adianta

eu tenho um beijo preso na garganta
Eu tenho um jeito de quem não se espanta

(braço de ouro vale 10 milhões)
Eu tenho corações fora peito
Mamãe, não chore, não tem jeito


Pegue uns panos pra lavar leia um romance
Leia "Elzira, a morta virgem", "O Grande Industrial"
Eu por aqui vou indo muito bem ,

de vez em quando brinco Carnaval
E vou vivendo assim: felicidade na cidade que eu plantei pra mim
E que não tem mais fim,

não tem mais fim,

não tem mais fim

(Mamãe coragem - Torquato Neto e Caetano Veloso)

 

“A minha vida de todos os dias é a de negro. Como tal, mantenho com a sociedade uma relação de negro. No Brasil, ela não é das mais confortáveis”.

"Ser negro no Brasil é, pois, com frequência, ser objeto de um olhar enviesado. A chamada boa sociedade parece considerar que há um lugar predeterminado, lá em baixo, para os negros e assim tranquilamente se comporta. Logo, tanto é incômodo haver permanecido na base da pirâmide social quanto haver "subido na vida".

“Trata-se, na realidade, de uma forma do apartheid à brasileira, contra a qual é urgente reagir se realmente desejamos integrar a sociedade brasileira de modo que, num futuro próximo, ser negro no Brasil seja, também, ser plenamente brasileiro no Brasil”.


Milton Santos

"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem-caráter, nem dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons!"


Martin Luther King

(Epígrafes do artigo de Edson França - Afropress, 08/05/2007)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 18:29

3 comentários

De eu a 11.05.2007 às 23:33

Amiga, vou primeiro por aqui...Torquato Neto me vira do avesso, para início de conversa...e pesa...
Para alíviar uma parte, digo-te: "Mesmo as noites totalmente sem estrelas podem anunciar a aurora de uma grande realização" - Martin Luther King.

Feliz Dia das Mães, para você também...

Outra, se você tiver um tempinho, visite o blog http://caravancaradodeserto.blogspot.com
Acho que você vai gostar muito. Eu estou simplesmente apaixonada por tudo que está lá. O único problema é que ele, o Simão Cirineu, não nos permite fazer interação. Mas estou mexendo com ele, em um outro blog, e ele está se chegando...
Lá, desde o perfil do dono(Porto Velho), já é demais. É dele a expressão "amplexos", que todas nós estamos usando por ai...já até deixei pra vc.
Gosto de tudo nesse blog, inclusive as vírgulas.
Tem um post "As molduras das pessoas" que é encantador.

Esse é o meu presente pra você, de mãe para mãe.

bjs e bfs

De eu a 12.05.2007 às 00:05

Amiga...você nem vai acreditar...ele liberou para os comentários...as meninas estão loucas...só vendo...você vai fazer miséria por lá(rsrssr).

Bjsjsjsjsjsjs

De eu a 12.05.2007 às 13:00

"Quando o meu ateísmo quanto a mim se avulta, não reluto mais: conjugo o verbo viver a partir da segunda pessoa do singular e desconsidero a primeira do plural. O presente existe só para alguns verbos, o futuro para muito poucos, e o passado predomina.
E o verbo continuar? Ora, parto do conceito de inércia: "a tendência que um corpo tem de permanecer parado, se estava parado, ou de continuar em movimento, se estava em movimento."
Substantivos e adjetivos, que concordavam em gênero, número e caso (em grau nunca concordaram, e nisso não divirjo da gramática), saltitam do nominativo para o genitivo, do vocativo para o ablativo e daí para o dativo e o acusativo com uma facilidade descomunal. Principalmente para o acusativo.
E a Fórmula de Báscara? Não sei ao certo, mas eu sou quiçá a raiz quadrada de -2.a; novisfora, zero. É muito? Subtraia o que quiser, mas deixe intacta a minha dignidade, que é pouca mas ainda respira".
Simão Cireneu.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...