Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2007

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Pesquisar

 


Dizeres.

Quinta-feira, 10.05.07

 

"Eu, há dezessete anos, sou um dramaturgo. Há dezessete anos pago o preço de nunca escrever para agradar os poderosos. Há dezessete anos tenho minha peça de estréia [Barrela] proibida. A solidão, a miséria, nada me abateu, nem me desviou do meu caminho de crítico da sociedade, de repórter incômodo e até provocador. Eu estou no campo. Não corro. Não saio. E pago qualquer preço pela pátria do meu povo."
(Plínio Marcos)




Do mesmo modo


que da alegria foste


ao fundo


e te perdeste nela


e te achaste


nessa perda


deixa que a dor se exerça agora


sem mentiras

 
nem desculpas

 
e em tua carne vaporize


toda ilusão

 
que a vida só consome


o que a alimenta.


(Ferreira Gullar)

 

 

 


Você me chama

eu quero ir pro cinema

você reclama

meu coração não contenta

você me ama

mas de repente a madrugada mudou

e certamente

aquele trem já passou

e se passou

passou daqui pra melhor

foi

só quero saber

do que pode dar certo

não tenho tempo a perder.

(Torquato Neto)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 06:19

1 comentário

De eu a 11.05.2007 às 01:09

CANTILENA N. 1
(Keila Matiolle Souza)

Desemborquei uma cantilena de amor.
Estava sentindo escombros.
Velhos, mofados.
Abri uma janela pra gota de chuva entrar
e ela deu de bater em meu rosto;
achei que queria dizer acorda!
As coisas todas são manchadas de sonhos,
e a gente fica permanecida neles
e leva seus apetrechos igual escora...
Ontem era uma noite embaçada e
eu tinha medo dela porque nunca tive medo.
Agora vem um olho em mim e ele excedeu.
E eu desconsegui escrever uma cantilena
porque quis te acarinhar...


Amiga, para essas noites de chuvas...um carinho encharcado!

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...