Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



foto do autor


calendário

Maio 2007

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Pesquisar

 


O rap do poeta.

Quarta-feira, 02.05.07

 

Zeca Menino morreu ontem na estrada
com duas balas enfiadas na cumbuca;
era parceiro de Domingo Sacanagem
outro garoto que dançou numa arapuca.
Ainda ontem os dois curtiam embaladas,
jogavam bola no campinho da poeira
ficaram prenhas suas duas namoradas
que se escondem lá pras bandas da Mangueira

Zeca dizia que seu corpo era fechado,
ninguém duvida que essa coisa aconteça,
mas se fecharam o corpo dele, a cabeça
estava exposta ao balaço do soldado.
Depois disseram que o pistola era paisano...
A mesma história com fulano e com sicrano!

Não tem remédio, não tem saída
pra essa droga que alguns chamam de vida.

 


(Periferia - Ademir Braz)


Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 04:53

1 comentário

De Cris a 03.05.2007 às 12:03

Marabá só para Marabraz!!!!!!

dois beijos.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...