Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2006

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930


Pesquisar

 


Mani bucate.

Domingo, 18.06.06
Olho sempre com os olhos de primeira vez

coisas que a memória tinha por dever preservar,

como coisas e experiências já vistas e vividas,

e por obrigação de ofício

ela não me deixar surpreender.

Tenho uma sede infinita de saber,

mas não o persigo disciplinadamente.

Aposto demais na minha intuição.

Já gostei mais das pessoas.

Fui tolerante para além da minha capacidade

e isso me infringia às vezes tanta dor

que era quase insuportável.

Amei meu pai sobre todas as coisas,

compreendi mal a minha mãe.

Só ao perde-la aprendi a enxergar suas virtudes,

que reneguei durante toda a sua vida.

Amei pouquissimas vezes, embora intensamente

e gostaria de ter amado mais

Amei muito os filhos

mas foi um amor sem exigências.

Deveria ter lhes imposto limites mais claros

para que se sentissem mais fortes

para arrancar da vida, com as próprias mãos,

o trigo e o joio,

a dor e a delícia de se ser o que se é,

que Gal canta tão bem.

Ouvi muita música,

pois nela eu parecia encontrar sempre as respostas.

Amei os poetas, pela mesma razão.

Portanto, ouvi músicas e li poemas pelos motivos errados.

Hoje ouço menos música do que preciso

e leio menos do que necessito, inclusive os poetas.

Minhas mãos, tal qual a música de Sérgio Endrigo,

parecem “mani bucate” quando começo

a fazer esta contabilidade da vida.

Mas, hoje, porque é domingo

e o dia está lindo,

e porque eu sinto a saudade estranha

daquilo que não vi e nem vivi,

só quero comemorar antecipadamente um aniversário.

Vai daqui o beijo imaginado,

o abraço não dado,

o carinho que não basta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adelina Braglia às 08:34


Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu pai foi um desses homens procuro por uma foto...

  • Adelina Braglia

    Salve, Cris.Mudamos todos, nós, os blogs, o Juca q...

  • cris moreno

    saudades. estava me lendo no travessia e vi como b...

  • Adelina Braglia

    Amém! Beijo.

  • Marga

    Querida, bom lhe ter de volta aos textos que retra...